Cogumelos, recicladores da natureza

Cogumelo é o nome que se dá às - curiosas ou estranhas, chame como preferir - frutificações de certos tipos de fungos. Cogumelos são seres que possuem uma variedade enorme de formas, tamanhos e cores, destacando-se em qualquer lugar como uma paisagem muito interessante. Quanto às formas, por exemplo, existem cogumelos no formato "tradicional", com o pé e chapéu; sem o pé, rijos e fixos em troncos ou árvores (poliporos, popularmente, "orelhas-de-pau"); semelhantes a pinos ou velas; redondos; altos e baixos; estreitos e largos; mais chatos e mais arredondados; em formato de ostra ou concha; cone ou trombeta; de formas completamente inusitadas ou aparentemente disformes e completamente sem simetria como o Fistuline hépatique.

Naturalmente, sendo representantes do Reino Fungi, sua alimentação é a decomposição de outros organismos (mortos), tanto vegetais como animais. Ambientes mais propícios para o surgimento dessas formas de vida são em geral os mais sombreados e úmidos, onde justamente é mais favorável a decomposição. De qualquer modo, estão espalhados ao redor do globo.

Alguns são bem discretos e às vezes sequer aparentam vida, outros são, como já dito, de aspecto exótico e cores vibrantes. Mas cuidado! Lidar com eles requer prudência. A maioria dos cogumelos encontrados na natureza são tóxicos ou contêm alguma toxicidade. Podem, conforme a espécie e o grau de contato com eles, gerar danos à saúde, causar alucinações e até levar a morte. Há cogumelos comestíveis, sim, bem como espécies com utilidade medicinal (como é o caso do importante Penicillium, do qual se descobriu a penicilina), mas se você não é um especialista no assunto é melhor se reservar apenas à observação dessa parte da natureza durante seu passeio.

Como há milhares de espécies desses fungos, é uma tarefa pouco concebível para um leigo listar as que estão presentes em determinada região. Todavia, é possível listar as "celebridades" do local. No caso de Monte Verde, existem (como na foto) espécies do famoso gênero Amanita, mais conhecido pelos exemplares vermelho-vivo com chapéu salpicado de "pontos brancos" por cima. Mas, novamente, cuidado! Dentro desse gênero estão alguns dos cogumelos mais venenosos do mundo.

Lembre-se: aproveite para tirar fotos incríveis, mas sem contato com eles. Curta o seu passeio!

 

Redação MonteVerde.com.br ®
Proibida a cópia ou reprodução deste sem a devida menção da fonte